A vida em dois tempos – Boletim nº 101

Podemos comparar a vida como um jogo de futebol, com dois tempos iguais e um intervalo. O primeiro tempo corresponde do nascimento à vida profissional e o segundo tempo da aposentadoria até a morte. Assim como o jogador de futebol faz um intervalo entre os dois tempos, para descansar, tomar água, trocar de camisa, ouvir o técnico e estabelecer as estratégias para o segundo tempo, as pessoas também precisam fazer um intervalo e preparar-se para a aposentadoria.
Vejo muitas pessoas, infelizmente, passando do 1º para o 2º tempo sem qualquer preparação. Uma parada técnica, uma preparação com uma visão ampliada e mais humana da vida, o estabelecimento de um projeto pessoal de vida, fazem toda diferença.
O intervalo no “jogo da vida”, serve para você descansar, repor energias, refletir sobre os erros e acertos nas jogadas e rever estratégias e táticas adotadas para melhorar o desempenho no segundo tempo.
Comparando a vida com um jogo de futebol, faça uma analogia com sua idade, lembrando que os dois tempos de uma partida de futebol são exatamente iguais e a prorrogação só é possível ao final do 2º tempo. Por exemplo, se uma pessoa está com 60 anos e ainda no 1º tempo, teria que viver outros 60, chegando assim aos 120 anos. Pergunto: Nesse caso, a pessoa não estaria já na prorrogação do 1º tempo? Encontro muitas pessoas nessa prorrogação,com medo do desconhecido ou por não saberem o que fazer e como ocupar seu tempo.
E você, caro amigo leitor, em que fase da vida se encontra? Você está aposentado? Como foi ou está sendo seu 1º tempo? Você está ganhando, empatando ou perdendo o jogo? Qual o placar? Quais foram seus principais gols? Levou muitas caneladas? Deu muitas caneladas? Alguma bola bateu na trave? Reflita sobre isso, lembrando que, assim como num jogo de futebol, o que vale não é o resultado do 1º tempo, mas sim o resultado final da partida. O que fica não são os bens que acumulamos ao final do 1º tempo, mas o legado que deixarmos para a posteridade.
Assim como as pessoas se preparam para o trabalho precisam preparar-se para a aposentadoria. É a oportunidade de repensar sua vida, da fazer um balanço de suas realizações no campo pessoal, profissional e familiar, computando os erros, acertos e tudo aquilo que deixou de cumprir. É o momento de redefinir sua missão pessoal, suas novas atividades, resgatando seus valores, com reforço nas relações familiares, de amizade e na melhoria da qualidade de vida.
Entendo que a aposentadoria é uma questão de dignidade humana que precisa ser resgatada. As entidades e organizações precisam preparar seus colaboradores mais experientes, cidadãos ainda produtivos, para que possam encarar a nova realidade e enfrentar o mundo fora do trabalho formal com autoestima elevada e motivação necessária para novas atividades.
A aposentadoria surge como o momento de tirar lentamente o pé do acelerador que dá movimento à roda da vida e destinar mais tempo para você, para sua família, seus amigos e seus hobbies prediletos. Em síntese, dar-se mais tempo para desfrutar e saborear a vida. Mais importante que os negócios, o trabalho e o dinheiro, é a vida em si mesma.
Porque viver é uma arte. Cada etapa de nossas vidas se faz importante. Todas as experiências do dia-a-dia nos enriquecem. Por isso é importante desfrutar de cada uma delas retirando o máximo possível de proveito, sem desperdiçar nenhuma das oportunidades que a vida nos oferece. E a aposentadoria é essa oportunidade. Aproveite-a, transformando-a na melhor fase de sua vida. E isso depende unicamente de você. Portanto, viva a vida!

Armelino Girardi
Palestrante e consultor em desenvolvimento de pessoas é o criador e mantenedor do portal www.desaposentado.com.br, idealizador e catalisador do Clube dos Desaposentados. É autor do livro “Desaposentado: melhor agora” e co-autor do livro “Agora e sempre a vida é um projeto – Uma visão ampliada da vida”.

Para reflexão: A vida só pode ser compreendida olhando-se para trás, mas só pode ser vivida, olhando-se para a frente” (autor desconhecido).

60 Respostas para“A vida em dois tempos – Boletim nº 101”

  1. Olá Armelino
    Excelente esse teu artigo, comparando as etapas da vida com um jogo de futebol.
    Meus parabéns e um grande abraço
    Gustavo

  2. Clube dos Desaposentados diz:

    Amigo Gustavo
    Muito obrigado pela sua mensagem e que bom que gostou do artigo. O Clube dos Desaposentados é uma opção de aprendizagem contínua e sinta-se à vontade para reenviar os artigos para seus clientes e amigos.
    Aguarde para os próximos dias o lçto de uma oportunidade imperdível, especialmente para pessoas que estãol em fase de preparação para a aposentadoria ou já aposentados, um PPA em formato de EAD ensino à distância. Você ,que é expert no tema, também poderá contribuir nesse projeto do Clube dos Desaposentados com artigos e tb no projeto de EAD, pois vou lançar inicialmente tres modulos do curso que desenvolvo nas empresas sobre PPA, mas a ideia é convidar outros consultores para desenvolverem outros módulos. Acompanhe o projeto e depois disso poderíamos conversar a respeito. Abs. Armelino

  3. Valdemiro G. Schmidt diz:

    Caríssimo Armelino.
    Matéria abordada de maneira simples, porém, de entendimento que agrega valores.
    Somos convidados à refletir sobre o assunto. Parabéns.

  4. Clube dos Desaposentados diz:

    Caro Waldomiro.
    Que bom que gosou do artigo…veja que no portal já existem mais de cem artigos que vocês podem repassar aos amigos como oportunidades de reflexão. Aguarde para os próximos dias o lçto de uma oportunidade imperdível, especialmente para pessoas que estãol em fase de preparação para a aposentadoria ou já aposentados, um curso em formato de EAD ensino à distância.

  5. elisa isaura simao diz:

    Oi Sr. Armelino. Stou gostando dos artigos que me deixam mais avontade na preparação da minha aposentadoria e também passo estes boletins a mais pessoas. Espero usufruir a melhor parte da minha vida durante a aposentadoria e até participar no próximo congresso das ENS. Abraço

  6. Clube dos Desaposentados diz:

    Olá amigos. Que bom que gostaram do artigo…vejam que no portal já existem mais de cem artigos que vocês podem repassar aos amigos equipistas e outros como oportunidades de reflexão. Aguardem para os próximos dias o lçto de uma oportunidade imperdível, especialmente para pessoas que estãol em fase de preparação para a aposentadoria ou já aposentados, um curso em formato de EAD ensino à distância.

  7. Frederico Guarez (Fred) diz:

    Gosto de ler teus Artigos. Percebo que és um entusiasta da VIDA. E mais, ajudas a tantas pessoas a ver a vida, sobretudo no segundo tempo, como algo maravilho e que ser ser muito bem aproveitado. Depois do encontro de ontem em Rodeio, onde te conheci pessoalmente, estou ainda mais convencido de que realmente precisamos de pessoas assim: animadoras do grande circo em que estamos envolvidos… Às vezes precisamos ser “palhaços”, fazendo brincadeiras, mas, outras tantas vezes, precisamos ser para os outros, indicadores sérios dos traçados ou caminhos da vida… Continue sendo esse luzeiro para tantos que não encontram mais sentido em seu viver.
    Abraços fraternos e franciscanos!!!
    Fred e família.

  8. Clube dos Desaposentados diz:

    Caro Fred
    Muito obrigado pelo seu contato e de maneira especial pela gentileza de suas palavras. Que bom que lê e gosta dos artigos, o que reforça a valida o objetivo principal do Clube dos Desaposentados que é ser um instrumento de reflexão sobre temas relevantes. Você também poderá contribuir com o envio de artigos. Conto com seu apoio na divulgação do site entre seus amigos e conhecidos, contribuindo dessa forma com outros objetivo do Clube que é aglutinar pessoas que rimam aposentadoria com filosofia, sabedoria, poesia e alegria.

  9. Silma Ribeiro diz:

    Gostei muito desta comparação com o futebol. Creio que temos sempre que refletir sobre o que estamos fazendo, utilizando-se do que já foi feito, para conseguirmos fazer melhor o que pretendemos. Afinal, vida é um equilíbrio.

    Silma

  10. Clube dos Desaposentados diz:

    Olá Silma
    Muito obrigado pelo contato e que bom que gostou do comparativo da vida com o jogo de futebol. A ideia da comparação surgiu pela minha experiência nos cursos e palestras, especialmente para servidores públicos, ao constatar o grande medo que as pessoas tem da aposentadoria, tanto pelas incentezas do futuro como também por não saberem como ocupar seu tempo. E assim continuam, deixam o tempo passar e é como se estivessem na prorrogação do 1º tempo. O 2º tempo pode ser tão bom ou melhor do que o 1º, mas é preciso preparar-se e tomar a decisão. Espero que o curso a ajude nessa sua decisão.

  11. Lilian de Bruns Guenther diz:

    Li e reli… o que mais me tocou foi o convite à reflexão para redefinir minha missão pessoal, meus valores, resgatar aspectos dos meus relacionamentos familiares e de amizades. Um artigo muito inspirador! Obrigada!

  12. Clube dos Desaposentados diz:

    Olá Lilian
    Grato pelo seu comentário e que bom que o artigo provocou reflexões sobre temas importantes. A grande verdade é que durante a vida profissional ficamos tão envolvidos e comprometidos com o trabalho que pouco tempo reservamos para nós mesmos. Muitos sabem de cor a visão, missão, valores da empresa onde trabalham e não seus próprios definidos. Durante o PPA você terá a oportunidade de refletir mais sobre esta questão, com acesso a duas ferramentas que lhe permitirão elaborar seu projeto pessoal para o 2º tempo de sua vida. Receba meu abraço

  13. Olá Armelino,
    Boa comparação dos dois tempos da vida com os dois tempos do futebol, esporte que gosto muito de assistir e torcer. Refletindo sobre esta comparação estou na fase do intervalo entre os dos tempos. Aposentei no final de 2011 e decidi que meu intervalo será de 2 anos, até final deste ano (2013), sem compromisso de horário ou com situações que me impeçam de fazer o que quero, na hora que quiser. Meu 2º tempo começará em 2014, quando firmarei compromissos com algo que gosto de fazer, com entidades beneficente ou coisa semelhante, para que possa me sentir útil a mim e a outros. Este curso me dará oportunidade de tomar decisão com mais propriedade. Obrigado.

  14. Clube dos Desaposentados diz:

    Olá Márcio
    Obrigado pela sua participação no forum e parabéns pela sua decisão de fazer do intervalo do jogo um período sabático de dois anos. É fundamental fazer uma parada para olhar para tras, analisar os acertos e erros, as conquistas, enfim os fatos mais significativos que fizeram parte de sua vida. Esse é você, com sua história e que não pode mudar. O intervalo é o momento de refletir e assim como o jogador de futebol se prepara para o 2º tempo, aproveite o curso para fazer suas reflexões, tirar algumas conclusões e, de maneira especial, elaborar seu projeto pessoal para o 2º tempo de sua vida. Você terá, no módulo II, uma visão ampliada da vida e oportunidade de se autoavaliar através do Roda de Satisfação da Vida. Siga em frente e sucesso. Receba meu fraternal abraço.

  15. Pois é nobre mestre da DESAPOSENTAÇÃO, é exatamente no 2º tempo que temos que marcar todos os gols e conseguirmos a vitória, mas o bom mesmo é marcarmos logo no início do segundo tempo e ficarmos dando um passeio no adversário até o APITO FINAL (aqui há quem acredite que ainda não é o apito final, FICO COM QUEM PENSA ASSIM, porque teremos mais chanches de melhorarmos)

    MAS O CERTO É QUE TEMOS QUE, LITERALMENTE, PARA PASSEARMOS, COM CALMA, VER AS FLORES, OS PÁSSAROS, AS ÁGUAS TRANQUILAS DOS RIOS, O CÉU…

    Desejo a todos que passem para o segundo tempo cheios de energias para atingirem a PLENA FELICIDADE.:

  16. Clube dos Desaposentados diz:

    Caro João Bernardo
    É isso mesmo…você está correto ao afirmar que o ideal e marcarmos já muitos e belos gols no início do 2º tempo para não criarmos tanta ansiedade e também para podermos usufruir dos “aplausos” da torcida com mais tempo.

  17. Claudio Sérgio Massuci diz:

    Armelino,vindo de vc eu não poderia esperar algo diferente de excelente.
    Tenho muitas coisas afins neste artigo, o que atrapalha um pouco é o tipo de aposentadoria com a exposto por vc, e também com o curso, é q eu me aposentei derepente por invalidez com apenas 49 anos, bem quando estava inciando minha preparação para o futuro.

  18. Grato pelos textos e videos. Estamos treinando para passar por mais uma etapa importante em nossas vidas.

  19. Clube dos Desaposentados diz:

    Olá Darci
    Que bom que leu e gostou dos artigos recomendados. O PPA representa o intervalo entre os dois tempos e é fundamental fazer o intervalo antes de iniciar o 2º tempo.

  20. Olá Armelino,

    é isso mesmo a vida tem dois tempos de jogo, no primeiro damos tudo de nós mesmos para satisfazer as necessidades pessoais, mas esquecemos do mais importante a qualidade de vida que despendemos´para alcanças estes frutos.
    No segundo tempo temos a chance de rever os tropeços e corrigir, para uma vida mais saudável. É o tempo de desfrutar aquilo que nos move, a vida, o jeito que vivemos com nossos entes queridos é isso que eu quero, poder estar mais próximo a minha família e amigos e poder dizer, agora tenho tempo para poder viver com mais tranquilidade.

  21. Achei este boletim a vida tem dois tempos muito interessando, pois ajudou a refletir o que queremos para nosso segundo tempo, pois já cumprimos o nosso primeiro tempo e com muitos vitórias.
    Mais uma vez parabéns seus boletim e muito instrutivo e faz refletir e refletir.

  22. Achei muito interessante esta analogia feita da aposentadoria com um jogo de futebol. Acho que uma ideia a ser seguida.

  23. Irani C.O.Correia diz:

    Gostei muito do artigo e da comparação com o futebol. O 2º tempo que é a aposentadoria causa muito medo e aflição, pois como disse não estamos preparados para isso. A vida pede sempre uma reflexão e a principal delas é o autoconhecimento, quem eu sou, o que gosto de fazer, quais meus talentos, qual o propósito da vida, etc. Muitas vezes passamos a vida sempre correndo, não tendo o tempo necessário para reflexões. Mas a vida é um grande presente e temos que estar atentos a tudo e sempre procurar a melhoria, a satisfação e saber que tudo o que vivemos é uma grande e intensa aventura. Vamos aproveitar cada instante para o conhecimento e aprendizado. Parabéns pelo artigo e pelo apoio criativo aos desaposentados! abraços.

  24. Muito bom, esse, texto comparando nossa vida com tempo de futebol!. No primeiro tempo apenas o trabalho nos interessa bem como o que podemos conseguir com ele. Nossa fase material para nosso bem estar e da família. Boa casa, carro, estudos dos filhos e viagens no máximo até a
    praia (gastos imensos nessa fase).
    No segundo tempo começa a pesar a decisão da aposentadoria:
    Queremos o merecido descanso mas o medo de sentirmos sem função também incomoda e apavora. Mas, o curso, vai servir para mostrar os novos horizontes que temos pela frente.
    Obrigada por está oportunidade!

  25. Iolanda Bueno de Camargo Cortelazzo diz:

    A cada texto e animação, vejo que a prorrogação do meu primeiro tempo está muito longa. Isso leva-me a considerar que o projeto de vida que estava planejado para começar em 2018, precisa começar já no início de 2014, mesmo que o trabalho ainda me segure até lá. Ou talvez, o replanejamento me leve a perceber que talvez possa deixá-lo antes. Posso dizer que já comecei a reorganizar meu tempo e a minha dedicação integral ao trabalho. Obrigada!

  26. Caro Gustavo, nós temos que levar em consideração as adversidades existentes num grupo como esse. Aqui nós temos diferenças econômicas, sociais e de instrução, temos excelentes técnicos profissionais, na mesma medida, temos empregados comus, que nem intervalo tiveram e o seu segundo tempo não se mede pela aposentadoria, se mede pelo tempo de vida que lhe resta.
    Eu não seu se estou sendo extremamente realista e não tenho intenção de desanimar nimguém, mas é o que penso.

  27. Hélio Brandão diz:

    A comparação da vida com um jogo de futebol é excelente, pois provoca um exercício mental que nos leva a enxergar as etapas que estamos vivendo, como uma espécie de feedback. Muitos sublimam os acontecimentos indicadores da aposentadoria, por resistência instintiva às mudanças e pela necessidade de saída da área de conforto que isto provoca. Neste artigo, A Vida em Dois Tempos, poderíamos ainda comparar todas as jogadas boas e ruins, como dribles, tabelinhas, cumprimentos, trabalho em equipe, e outros, como momentos da vida, mas vislumbrando sempre o placar final, que é o mais importante, pois é o que deixamos para a massa de torcedores e para o clube.

  28. Mariza Girardi diz:

    Armelino
    Fantástica esta comparação , estou no intervalo concluindo que fiz coisas muitas boas , outras não tão boas assim , mas que foram um aprendizado sempre , neste momento é importante parar e reestruturar para jogar melhor este segundo tempo .É gratificante saber que não estamos sós nestes momentos , que alguns irão passar por eles , outros já passaram e outros como eu passando por este momento de curtir , planejar , viver com mais calma e ter certeza que os próximos anos serão tão bons ou melhores do que foi até agora.

  29. MARIA LUCIA COELHO DIAS diz:

    PRECISO PLANEJAR ESTOU NO INTERVALO AINDA, ACHEI FANTÁSTICA A COMPARAÇÃO FIZ MUITAS COISAS BOAS TALVEZ RUINS TAMBÉM!, GOSTO MUITO DO MEU TRABALHO EXCESSO COM AMOR E DEDICAÇÃO, MAS NÃO SOU PERFEITA E ESSE CURSO VAI ME AJUDAR A PASSAR PARA O SEGUNDO TEMPO COM VITORIA, SEM MEDO DE APOSENTAR.

  30. achei fantástico o artigo A Vida em Dois Tempos (boletim nº 101). Fazendo uma analogia da minha vida com este texto, observo que no primeiro tempo, fui muito dedicada ao trabalho, de uma forma exagerada, e de uns 7 anos para cá, após um problema de saúde, e a perda de minha mãe e de meu pai, estou desacelerando e quando possível tento repassar tudo o que sei aos mais jovens, bem como buscando um qualidade de vida mais saudável, para quando o meu momento chegar, eu ainda estar em plena forma física e mental para encarar os novos desafios.

  31. Carlos Alberto Afonso diz:

    parabéns pela analogia entre o jogo de futebol e a vida. Temos que realmente no intervalo do primeiro para o segundo tempo da vida nos preparar para que o resultado final do jogo da vida seja satisfatório e termos o sentimento de dever cumprido e vida vivida.

  32. Parabéns Armelindo, por ter tantas ideias (inclusive para fazer comparação) de um tema (aposentadoria) que em primeiro plano parece uma coisa simples, mas que é comum ver a insatisfação estampada no rosto dos aposentados. Deus me livre desta expressão facial, quando chegar a minha hora. Grande abraço.

  33. Edenilson Marinho diz:

    Muito clara a comparação da vida em dois tempos.
    Realmente é no primeiro tempo que produzimos e no segundo usufruímos o que foi feito.
    É muito bom jogar bem no primeiro tempo, para realmente aproveitar a segunda etapa do ‘jogo’.

  34. JORGE LUIZ PACHECO diz:

    e muito legal a comparacao como uma partida de futebol

  35. dalila.soares diz:

    Interessante a analogia. Uma grande reflexão!!!

  36. Jubirathan Carvalho diz:

    Olá Armelino Girardi! Bom Dia!

    Olhando pela ótica de um jogo de futebol, o 2º tempo é primordial para as mais belas jogadas e conclusão final de desfrutar dos benefícios alcançados. Espero que daqui a 3 anos quando parar de vez de trabalhar, eu possa concluir o meu 2º tempo de forma estável e salutar.

  37. Amarildo Santos diz:

    O primeiro tempo da minha vida, praticamente, teve como foco principal a formação de duas filhas. Ainda com uma para ser formada, vejo, isso, como a garantia da manutenção da chama da disposição acesa, mas em condições melhores, pois, neste segundo tempo, estarei mais presente e participativo, na expectativa de que possa formá-la tão bem quanto as outras duas.

  38. ronaldo rodrigues de freitas diz:

    Sempre gostei de comparar futebol com a vida, e essa comparação com a aposentadoria é muito interessante para podermos avaliar o primeiro tempo e enfrentar o segundo tempo com sabedoria e alegria.

  39. ronaldo rodrigues de freitas diz:

    Sempre gostei de comparar jogo de futebol com o jogo da vida e essa comparação com a aposentadoria é excelente para podermos refletir sobre o primeiro tempo e partir para o segundo tempo com sabedoria e alegria.

  40. Olá Armelino
    Bom Dia

    Achei muito interessante essa comparação, realmente é isso mesmo, ainda estou no primeiro tempo com certeza este curso irá contribuir para o meu projeto pessoal para ser usufruir no 2º tempo com mais qualidade de vida.

    Parabéns pela criatividade da comparação

  41. paulo bergamo diz:

    Este artigo mostra exatamente nossas vidas , e a comparação com uma partida de futebol perfeita.Pois nesse intervalo do primeiro para o segundo tempo , é que devemos refletir e traçar táticas vencedoras para o final da partida que se chama vida.

  42. Marcos Portela diz:

    Bom dia Armelino Girardi, infelizmente a nossa 1ª fase de vida(1º tempo) não tem sido um dos melhores; correria demais, falta de uma melhor organização financeira e alimentar, e acaba nos faltando a calma p/ sabermos usufruir de uma qualidade de vida nesta 1ª fase da vida, e quando nos damos conta já estamos com o nosso 1° tempo acabando ou terminado e o intervalo às vezes passa desapercebido e aí o 2º tempo já em andamento. E cadê as coisas básicas pra podermos usufrui-lo com qualidade: saúde, um bom ambiente familiar, controle em nossas finanças, uma casa digna para descansarmos, etc.
    Caiu muito bem esse comparativo com uma partida de futebol. Parabéns !

  43. Um ótimo comparativo!
    Consegui através desta analogia rever cada lance que deixei passar e que consegui concluir. Embora nunca tinha pensado no intervalo. E o que fazer nele.

  44. Jose Candido Junior diz:

    Muito bom e esclarecedor, coisa que deviamos saber no início de nossa vida profissional.

  45. PAULO ROGÉRIO PEDROSO RODRIGUES diz:

    Realmente interessante, estou eu, no meu primeiro tempo, faltando alguns minutos para o término, e rapidamente após ter lido seu texto, consigo visualizar todos os momentos da partida. Parabéns…

  46. LUCIO ROBERTO RIBEIRO DO NASCIMENTO _ diz:

    Excelente a comparação da vida com o jogo de futebol. Poso dizer que a minha vida se encaixa exatamente nesse tipo de comparação:O meu primeiro tempo se deu aos 46 anos, uma realização crescente de um plano de vida sem ser elaborada, ou seja, como já dito em postagens anteriores, consegui nesse primeiro tempo me estruturar para o segundo tempo, e se Deus quiser estarei pronto, já vivendo 15 anos no segundo tempo, com as realizações familiares estabelecidas, cuidando da saúde, tendo lazer, praticando esportes e realizando hobbe (pescaria). Fiz ao passar para a aposentadoria, faculdade de Teologia, pós-graduação em Docência do Ensino Superior e atualmente terminando pós-graduação em Gestão Social: Políticas Sociais, Redes e Defesa de Direito, fiz cursos na área de informática. Se Deus permitir viverei outros 46 anos.

  47. Nilton Rocha diz:

    Achei boa a comparação da vida com o jogo de futebol. Inclusive, eu gostaria de uma boa prorrogação do segundo tempo. Um ponto que achei muito importante, e no qual ainda não havia pensado, é o necessário intervalo entre os tempos. Eu pensava em engatar direto no segundo tempo, talvez numa estratégia inconsciente de escapar da incômoda consciência das fraquezas e limitações pessoais.
    Sem dúvida, o momento de reflexão e descanso do intervalo é necessário e, provavelmente, fará toda a diferença. Parabéns pela sábia abordagem.

  48. Asp OF Fabíola diz:

    Excelente texto! Linguagem fácil e objetiva que para mim sintetiza-se com o seguinte trecho:
    “A aposentadoria surge como o momento de tirar lentamente o pé do acelerador que dá movimento à roda da vida e destinar mais tempo para você, para sua família, seus amigos e seus hobbies prediletos. Em síntese, dar-se mais tempo para desfrutar e saborear a vida”.

  49. sou uma pessoa muito pratica, e por isto mesmo não poderia deixar de gostar desta comparação. esta visão objetiva precisa ser construída quando estamos planejando cada fase de nossas vidas.”planejar desde uma ida ao shoping á uma viagem”

  50. Muito bom o texto. O fato de fazer uma comparação facilita o entendimento. Precisamos estar sempre prontos para o segundo tempo da vida.

  51. A comparação com um jogo de futebol é excelente ! Estou indo para os últimos capítulos do 1º tempo. Este curso será muito interessante para eu possa me preparar para o 2º tempo. Pretendo no 2º tempo me dedicar mais à família, espiritualmente, reencontrar minhas amizades e atividade física.

  52. Robson s de Paula diz:

    Bom dia.
    Gostaria de parabenizar pelo artigo mencionado é de grande criatividade e aprendizado para uma aposentadoria planejada como todos nós esperamos o segundo tempo é bem melhor porque todos espera a VITORIA.

  53. denisvaldo oliveira gama diz:

    Uma matéria muito importante para nos refletir e analisar nossos dois tempos de vida, vou entrar no 2º tempo de minha vida e vou tentar jogar um pouco melhor.

  54. Robson Gorjão diz:

    Caro Armelino,
    O paralelo estabelecido entre a partida de futebol e a vida é bastante oportuno, real e inspirador. Outro aspecto, na minha opinião, também importante, é saber quando terminar o 1° tempo desse jogo da vida para poder ainda, com saúde, preparar-se e ter condições de jogar bem o 2° tempo. Muitas pessoas, por ambição profissional ou outros fatores, retardam esse término e quando se dão conta percebem que as chances de voltar a jogar no 2° tempo ficaram menores. Parabéns pelo texto.

  55. Paulino Caceres Filho diz:

    Parabéns Armelindo

    Pela Analogia da ótica a comparação de vida em dois tempos como o jogo de futebol, onde no 1º tempo produzimos e 2º tempo vamos usufruir , acredito que eu peguei nos intervalos dos 15 minutos, mas nada como dar a volta por cima e recuperar o tempo perdido, pois acredito muito na vitória dessa partida de futebol.

  56. Mírian Carvalhal diz:

    ” E a aposentadoria é essa oportunidade. Aproveite-a, transformando-a na melhor fase de sua vida. E isso depende unicamente de você. Portanto, viva a vida!”
    Direcionar a vida para uma nova etapa é um processo de transformação e transformar é mudar, é ver além da nossa atual realidade e explorar as possibilidades que nos apresentam.
    Excelente analogia! Se prorrogar o primeiro tempo não tenho como repor o que faltar no segundo.

  57. Rosemeri Secco diz:

    Prezado Armelino,

    Li todo o texto fazendo uma reflexão sobre meu 1º tempo de Vida ( que inclue o profissional) e avaliei meus principais gols.
    Foi com grata surpresa que vislumbrei que os gols feitos, possibilitaram minha reflexão antecipada sobre como eu gostaria que fosse o meu 2º tempo .
    Esta reflexão foi a partir da resposta da seguinte pergunta que me fiz alguns anos atrás:
    ” Vou trabalhar ainda por muitos e esperar ficar doente para sair e tratar de minhas doenças OU vou preparar-me para a aposentadoria e aproveitar tudo o que esteja reservado para o meu 2º tempo, como cita este excelente texto? ”
    Fiz a OPÇÃO pela preparação para a aposentadoria e estou muito feliz com ela.

  58. Carla Adriana da Silva Carvalho diz:

    O texto remete à reflexão. A quem ainda está no 1º tempo, cabe aproveitar o intervalo, para repor as energias e seguir confiante de que, ao chegar no 2º tempo, você continua sendo jogador, a partida não terminou, apenas, você vai mudar para o outro lado do campo e seu objetivo continua sendo marcar um ou vários gols, a bola está no seu pé até o apito final.

  59. Maria Piedade diz:

    Professor, refleti muito sobre o artigo e me tocou. Recentemente ouvi a frase de uma pessoa muito enferma: ” Aprendi o verdadeiro sentido da vida”.

  60. Rute de Sena F. Vieira diz:

    O texto é muito profundo e nos leva a uma grande reflexão sobre nossa qualidade de vida. Realmente temos que desacelerar e procurar viver com intensidade os nossos sonhos e desejos almejados com a chegada da aposentadoria. O verdadeiro sentido da vida quem constrói são nós mesmos.

Deixe uma resposta

Comentários Recentes